Opções binárias infomoney

iFood começa a vender figurinhas do álbum da Copa do Mundo.


O iFood já vende de tudo. Nesta semana, o aplicativo de delivery também passou a comercializar e a entregar figurinhas do álbum da Copa do Mundo de Futebol do Catar — o evento começa em novembro.


Para vender as figurinhas, muito procuradas por colecionadores do maior evento de futebol do planeta, o aplicativo fez uma parceria com a editora Panini, a responsável pela publicação.


Na cidade de São Paulo, a entrega de figurinhas está disponível no serviço iFood Express, de entrega rápida em até 15 minutos. É mais fácil encontrar as figurinhas nas conveniências cadastradas no aplicativo. Mas a comodidade tem o seu preço.


Em um simulação, a reportagem do InfoMoney localizou 1 pacote com 5 figurinhas sendo comercializado a R$ 5,25. Para garantir a entrega, era necessário fazer uma compra mínima de R$ 20 no estabelecimento cadastrado no iFood. Ao valor, ainda era preciso adicionar uma taxa de entrega que, para Santa Cecília (bairro da região central da capital paulista), custou mais R$ 5,99.


Nas bancas, o valor do pacotinho com 5 figuras é mais em conta e sai por R$ 4.


O álbum da Copa do Mundo de futebol foi lançado no dia 19 deste mês. Na ocasião, os livros colecionáveis ainda não estavam disponíveis nos pontos físicos de venda. Mas já era possível comprar a publicação pelo site da Panini e em sites parceiros.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.


Leia também.


Raras e caras Figurinha de Neymar no álbum da Copa do Catar é oferecida por até R$ 9 mil na internet; saiba motivo Frequência com que figurinha do tipo Legends aparece nos pacotes explica preço elevado.


Inflação do pacotinho Álbum da Copa: preço das figurinhas dispara 860% em 20 anos; veja valores desde 2002 Inflação desde o Penta foi de 239%; álbum da edição deste ano vai custar R$ 12 e o pacote com 5 cromos, R$ 4.


Mais caro.


Neste ano, os consumidores terão que desembolsar mais para levar o álbum da Copa do Catar para casa, que está custando R$ 12, alta de 52% em relação aos R$ 7,90 da Copa de 2022, disputada na Rússia, e mais que o dobro dos R$ 5,90 da Copa de 2014, realizada no Brasil.


O preço do pacote com 5 cromos também subiu — sai por R$ 4, o dobro da Copa de 2022 e o quádruplo da Copa de 2014.


Nos últimos 4 anos, enquanto o preço do pacotinho subiu 100% e o álbum, 52%, a inflação medida pelo IPCA (o índice oficial de preços do Brasil) foi de 25%.


O álbum de figurinhas da Copa do Mundo de futebol de 2022, que será realizada no Catar (Foto: ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO)


Comparando com a Copa de 2002, quando o Brasil ganhou o torneio pela última vez e se tornou pentacampeão, a diferença fica ainda mais evidente: o álbum custava R$ 3,90 e o pacote de figurinhas, R$ 0,50 (e vinha com 6 cromos, não com 5). Ou seja: uma figurinha custava R$ 0,083 há 20 anos, quase um décimo dos R$ 0,80 de hoje.


Uma forma de medir a perda do poder de compra em relação às figurinhas da Copa é comparar o que dá para adquirir ao longo do tempo com a mesma quantidade de dinheiro.


Enquanto em 2002 era possível comprar 1 álbum e 1.152 figurinhas com R$ 100, hoje essa mesma quantidade de dinheiro compra apenas 1 álbum e 110 figurinhas — uma redução de mais de 90% no número de cromos.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.


Eram necessários R$ 12,40 para comprar o álbum e 100 figurinhas há 20 anos. Hoje, é preciso desembolsar R$ 92 para comprar a mesma quantidade (quase o dobro de apenas 4 anos atrás).


Planeje seus gastos Baixe de graça uma planilha de controle financeiro para monitorar seus gastos mensais e acompanhar a evolução do seu orçamento ao longo do ano:


Relacionados.


Compartilhe.


Cadastre-se Quem Somos Media Kit Tabela de preços MoneyLab Cases de sucesso Política de Privacidade Política de cookies Preferências de cookies Fale conosco.


© 2000-2023 InfoMoney. Todos os direitos reservados.


O InfoMoney preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

Opções binárias negociadas em bolsas